30.6.10

É Classe A!

A primeira geração do Mercedes Classe A lançada no Brasil era muito interessante,  um carro compacto mas com qualidade Mercedes, mas devido a pouca divulgação não decolou aqui no Brasil. Tentei fazer a versão mais ao estilo Off-Road que nunca foi produzida e que talvez pudesse ter dado um rumo diferente ao destino do modelo já que essa tendência vem dominando o gosto dos brasileiros, uma suspensão levantada e reforçada cairia como uma luva para rodar em nossas ruas esburacadas, sem contar a proteção plástica em volta da caixa de roda para proteger de arranhões, enfim, ofereço esta projeção ao Sr. Luiz, que sempre acompanha o blog IDD e havia me sugerido esse modelo um tempo atrás, ele é pai do amigo Carlos Metzler (coordenador do projeto Triciclo Pompeo) e desejo melhoras ao Sr. Luiz.

15 comments:

Nanael Soubaim said...

Concordo plenamente. O Classe A é um dos melhores e mais mal divulgados automóveis da história nacional, e mesmo assim não vendeu tão pouco assim. Os proprietários que consultei afirmam não terem preocupações com o motor debaixo do assoalho, ele não precisa de acesso fácil simplesmente porque não quebra. E vejam se me engano, mas poucos têm mais cara de eléctrico do que ele.

admx said...

Dou meu testemunho de ex-proprietário: O Classe A foi o melhor carro já produzido no Brasil. A qualidade do carro, do acabamento, a tecnologia embarcada e sua produção totalmente robotizada na planta de Juiz de Fora conseguiram fazer um custo benefício incrível. O principal problema foi seu posicionamento errático no mercado - concorrenco com modelos maiores e mais "posudos", e a rede de assistência técnica, que cobrava pela manutenção do carrinho o mesmo que dos carrões da marca da estrela de tres pontas. Alguns alegam que o motor 1.9 demorou a chegar, mas o 1.6 desse carro é delicioso! Hoje não valem nada, pois a manutenção ficou proibitiva - não se acha peças fora da rede oficial, e mecânicos independentes torcem o nariz devido a complexidade do cjto mecânico enfiado em tão pequeno espaço. MAs como disse o Eduardo, faltou agressividade do montadora no produto, criando versões e preços diferenciados, indo de encontro ao mercado. Apostaram tudo na simbologia da marca, esquecendo-se de mimar o consumidor. Mas é um marco na modernização do nosso parque industrial automotivo, sem dúvida.

Raphael said...

Acho o Classe A um dos grandes nacionais injustiçados. A projeção ficou ótima, e acreditado q se existisse teria dado uma sobrevida ao modelo. Parabéns!

cRiPpLe_rOoStEr a.k.a. Kamikaze said...

o classe a foi projetado ja prevendo o uso de motorização elétrica, por isso o assoalho alto para dar espaço para posicionar as baterias de um modo que até melhoraria o centro de gravidade... e o motor não está tão mal posicionado quanto em qualquer outra minivan...

Victor Braga e Bravo said...

Plástico e Mercedes nao combinam. rs

A projeção tá bacana. :)

abs

Nanael Soubaim said...

Falou e disse, Kamikaze. O maior problema é que os cursos de mecânica de hoje deixam a desejar, estão transformando os profissionais em operadores de computador que sabem trocar peças, e na hora (prática) de trocar um filtro de óleo cobram mais caro por qualquer dificuldade. Há mecânicos que jamais sujaram as mãos de graxa.

BLOG PONTO DE VISTA said...

oi
bacana se blog

quer trocar link

www.jotabepontodevista.blogspot.com
JB

Roberto Fantinel said...

Acho um dos melhores carros já lançados, carro atual, tecnologia embarcada de primeiro mundo. Meu segundo MB 190, complica o preço das peças qdo vc precisa trocar.Gostei da idéia..vou ver se consigo fazer o mesmo......qto ficou a alteração????

PAULO RICARDO DE CARVALHO SARACELLI said...

até q o classe A ficou mais simpático assim.

Ismael said...

BAhhh, demais!!! Gostei.
O seguinte eu tenho um Classe A160 ano 99 e gostaria de fazer o mesmo. É possível?
Tens algumas dicas para me dar?
ismastona@gmail.com

Willian Chaves Prandini said...

O classe A é o pioneiro do mercado de mini vans no Brasil, pena que foi mal aceito, e também, cám entre nós, é ruim largar seu carro durante alguns dias (até semanas creio eu) do seu carro único enquanto ele foi pra SP ou RJ fazer a mnutenção!¬¬
Muito ruim, queriam vender um carro barato, porém que era incomodo para aqueles q o comprariam. mas se tivesse autorizadas mercedes em todo Brasil com certeza, teriam um classe A até hoje.


Uma pena que não vingou, mas era um carro ecelente em acabamente, principalmente interno. Bem cara de uma Mercedes.

Ubiratan Marques said...

Gostei muito do projeto. O classe A, é um carro que admiro muito pelo conforto (inclusive para os passageiros do banco traseiro que tem toda visibilidade da pista)e itens de série; completos até com piloto automático-ver.2005, já diriji um desses e penso em comprar um modelo 2005, os últimos fabricados no Brasil. Seu projeto inclusive a cor vermelha ficou perfeitos, esses acabamentos dos p. lamas são os mesmos do Cross fox?

Ubiratan Marques
ubiratanmarques@hotmail.com

cezar silveira said...

oi, boa tarde, achei lindo o seu Classe A Gostaria de fazer a mesma transformação no meu! vc poderia informar quais foram os acabamentos que vc usou? ( de qual veiculo inclusive o suporte do estepe), desde ja agradeço, abraços Cezar...

Du Oliveira said...

Difícil dizer, pois é apenas uma projeção que fiz, não sei se existe uma moldura no mercado com o mesmo diâmetro da caixa de roda do Classe A, tem que medir e ir experimentando vários.

Thiago ® said...

Gostei muito da foto, na vdd eu queria deixar o meu assim, ao menos mais alto.
Acho que na próxima troca de pneus vou colocar 195/65r15 pra dar uma levantada. Mas vou consultar uma casa de amortecedores antes de fazer isso.
Legal o blog!