20.11.10

Pitaco Digital - Charger 2011

Tudo ok no Dodge Charger modelo 2011, frente sininstra, vincos laterais como no modelo clássico, bela traseira, mas faltava alguma  coisa, óbvio, a versão duas portas...

 O teto ficou levemente mais baixo e o arco da janela é inexistente, como nos velhos tempos.

Referência: Antigo e novo Charger.

14 comments:

Matias Brandão said...

Ficou excelente...não sei como a dodge não pensou em algo assim ainda..

Gabriel Oliveira said...

muito lindo,du.Mais uma vez vc tá de parabens,resgatou legal o espírito do charger antigo.Main uma coisa: que tal uma releitura do ford ka antigo?

cRiPpLe_rOoStEr a.k.a. Kamikaze said...

com as condições do mercado atual iria ser considerado inviável ou no mínimo um potencial fator de canibalização contra o dodge challenger...

Nanael Soubaim said...

Ok, eu já encontro para comprar ou terei que fazer uma réplica do teu trabalho? Em fibra, como era o Corvette, que é muito mais segura em caso de impacto.

PAULO RICARDO DE CARVALHO SARACELLI said...

quem te enganou q é mais seguro nanael?

se fosse seguro, volvo usaria em seus carros com certeza.

Du, essa projeção tá demais, mas é akilo, o chalenger ficou mais insirados nos antigos chalenger e charger e o charger foi meio q reinventado e como dito um tem duas portas e o outro 4 pra evitar canibalização.

sugestões de análises de estilo de carros controversos em nosso mercado

renault logan

e a frente do fiesta face liftado q muitagente (inclusive eu) acham horrorosos.

nissan livina

q eu lembre só, se lembrar de mais eu posto aki.

há, objetivod da missão: deixálos mais bonitos sem modificar muito a estrutura pra que seja viávell a venda e manutenção dos preços.

Marcel said...

Excelente! Parabéns.

Nanael Soubaim said...

Ninguém me enganou. Em termos técnicos, basta observar o modo como a fibra-se-vidro reage ao impacto e comparar com o comportamento do aço. Em termos históricos, é ver como Bob Sharp se salvou em um acidente com um Puma, ao bater contra uma rocha em alta velocidade. Porque os outros não usam, eu não sei, da mesma forma pela qual não usam policarbonato de alta dureza em vez de vidro nasa janelas. Policarbonato não estilhaça.

Du said...

Acho que o Charger é um pouco maior que o Challenger, claro, poderia ter uma competição interna, mas nos EUA tem espaço de sobra pra vários modelos.

O Logan já estava em meus planos em dar um pitaco, ma ainda estou estudando.

hygormg said...

E aí Dú... tudo blz? Ficou show a projeção, mas não teria espaço com o Challenger (que deve ter uma atualização em breve). Acabei de chegar de uma viagem de trabalho... estava trabalhando no centro de design da Chrysler, em Detroit (Auburn Hills pra ser mais preciso). Como um amante de carros, tive que ficar ligado em toda cortina entre-aberta e pude ver coisas maravilhosas. Fiz amizade com um dos diretores e pretendo voltar lá pra um 'tour' do centro já que ficamos trabalhando somente no showroom. Ele queria me mostrar outras áreas, mas não tivemos tempo. O Charger novo é maravilhoso 'ao vivo'. Valeu

Du said...

Esse é o grande barato do blog, fazer o inviável... hehe

Ronaldo said...

Eduardo,parabéns!Nota 1000!!!!Quem
sabe,sabe muito!!!!Olhando para a
foto do modelo antigo,me vem uma bela lembrança:o filme "Bullitt",
de 1968, com Steve McQueen no papel
título;a sequencia da perseguição
automoblilística pelas ruas de São
Francisco(Ford Mustang x Dodge Charger)é antológica!Um marco na história do cinema!!!!

Bob Ramone said...

Poo. nao gostei nao desse vidro da porta traseira!! o massa era a curvinha ao contrario sem a divisãozinha e eles tiraram! aff. perdeu a moral... fora isso o carro ta perfeito. "Só faltou a versão 2 portas"

Mariuzza said...

Infelismente a dodge não chegou nem aos pés do que era o dodge charger em 1968, 1969.

oi said...

tente fazer um 2 portas com o comprimento de um 4 portas para ficar parecido com o modelo 1968-1969-1970 que era bem comprido e eu percebi isso no novo modelo