15.1.09

Novo Gordini



Uma releitura para o nosso antigo nacional, o Gordini/Dauphine, só q nesta projeção o motor foi pra frente e mais potente, agora com 80 hp! (rs). Não sei se presta mas achei q o resultado ficou bem simpático. A imagem de base foi um Daihatsu.


O Francês Renault Dauphine, também foi produzido no Brasil pela Willys Overland na década de 60, posteriormente chamado de Gordini, era um carro pequeno com motor traseiro que competia com o DKW e o da outra marca alemã. Sua conhecida campanha publicitária prestigiava o desempenho: "40 hp de emoção". O carro por ter uma suspensão fraca para as condições brasileiras, logo foi apelidado de Leite Glória pois desmanchava sem bater.

24 comments:

Marlon Vergílio said...

Ficou Show de bola esse gordini, embora não tenha sido um grande sucesso ele bem que poderia voltar às ruas, e sua releitura com certeza seria uma ótima pedida, grande abraço!

Vickad said...

fico bunitim o novo modelo
sahushaushuashuashuas

Marco said...

Ficou legal sim. Com cara daqueles mini sedans japoneses, mas com menos aparência de brinquedo.

Giovane said...

Qual carro vc usou como base para fazer o Gordini? Eu ainda estou esperando o novo Marea baseado no Bravo que te pedi...

Abs

Marco Antonio Martins said...

Gosto demais do seu blog, conheci atraves do blog do gomes.
Sou apaixonado por peruas(parati, elba, spacefox, coraswg, etc)
Gostaria de sugerir versoes peruas para carros que estao ai ,por exemplo, idea, fiesta, corsa,a nova parati, uma versão do ecosport, e quem sabe uma releitura dos dodges(dart, lebaron, charger)

Du (irmaododecio) said...

Me baseei no Daihatsu Copen, um conversível japones.
Sobre o Bravo sedan, ainda estou bolando algo, pois se eu fizer um carro mal feito o pessoal vai cair em cima, peço paciência q qdo pintar uma boa idéia eu faço o Bravo sedan ok?

Du (irmaododecio) said...

Marco Antonio
Se voce der uma olhada em posts mais antigos desse blog, vai encontrar a perua Fiesta, Polo, Celta, Civic e Nova Parati, e um Charger.

Anonymous said...

Muito 10, só achei que a traseira poderia ser mais alta, passa a impressão que a linha de cintura, a base das janelas, está mais alta nos vidros dianteiros.

humberto said...

Seria uma versão bem interresante suas releituras fazem sucesso nas paginas do meu blog cara você tem talento um abraço Humberto Macedo
(blogdolargartixa.blospot.com)

Anonymous said...

Quero um!!

André said...

Nossa! Com essa distância entre eixos ficaria mais espaçoso que um Fusion ou um Accord. Bastaria uma frente mais curta e uma traseira mais alta. Gostei do carro, é diferente e com traços esportivos.
Seria o PT Cruiser brasileiro.

Fábio Espíndola said...

Ficou levemente parecido com um chinês.

Mas ficou legal..bem fiél ao projeto original.

Parabéns pelo excelente trabalho aqui no blog.

toyço said...

simplesmente espatacular o tal gordidni... um desses sendo lançado (sonho meu!!!) eu aposentaria o meu alemao facil facil...

PAULO said...

ficou lindo du mas com um entre-eixos desse tamanho um porta malas maior viria a calhar viu? rs.

Du said...

Não é o entre eixos, veja que o Gordini original, a terceira coluna é avançada para a frente, isso dá uma sensação de entre-eixos maior.

PAULO said...

é t~em razão. mas ainda acho q a mala podia ser maior pq tá menor q do modelo original.

Anonymous said...

Esse é o mais bonito de todos, e olha que é difícil escolher, todos de muito bom gosto. Parabéns!!!

Anonymous said...

Belíssimo trabalho, vc tem talento de sobra. Gostaria de ver uma releitura do FARUS conversível se possível. Abraço e continue com seu talentoso trabalho.

Nelson said...

Ola Du
Sobre o leite Gloria , a verdade e que foi o primeiro carro sobre buchas de borrachas. E quando ia ao posto lavar o fretitas passava oleo queimado por baixo. Mania de epoca. Coitada das borrachas.
Viver e historia. Abraços Nelson Cintra

Blog da Cidade said...

Belíssimos trabalhos, principalmente do Gordini. Sou um saudosista destes carros, e vc "provocou" aí vai a notícia: A Renault vai repaginar o carrinho relançá-lo para minha felicidade, leia mais em http://odia.terra.com.br/portal/automania/html/2009/3/renault_revive_o_mito_do_gordini_101.html
Quem sabe outras fábricas não fazem o mesmo, tipo a Volkswagem, que em vez de criar o New Beetle, poderia repaginar o velho fusquinha, que até hoje resiste.


Att

José Eduardo

Anonymous said...

Nossa ficou muito show esse "remake". Gostei muito. Agora me vem uma questão? Será que o original não poderia ser remodelado com esse design? Eu sei onde tem um gordine vermelhor pra vender, é um ferro-velho de uma cidade em Minas. Seria um projeto realizável? Gostei muito do estilo. Seria possível esse "remake" se tornar real no Gordine original?

niltontebar said...

Sou apaixonado por este carro. Tenho três em minha garagem e penso em fazer "uma transformação radical" em um deles. Já fiz pesquisa de imagens deste carro no mundo todo e não tinha visto nada parecido. Este trabalho é fantástico. Meus parabéns!!!
Seria possível colocá-lo em prática? Alguém tem conhecimento de um local que poderia efetuar tal trabalho por um "preço acessível"?

ZERO II said...

Du, você poderia transformar o gordini num supercompacto, tendo em vista que ele era bem reduzido, em tempos de grandes banheiras... E aí? Fik dik.

Renê Vieira Lousada said...

Cara ,adoro seus projetos, uma pena que nehum empresário ainda não contatou seus serviços, quem sabe o Eike batista não contrate voce para desenhar seus carros.