17.8.09

Retorno do Polara

O velho Dodginho retornou, mas salvaria a Chrysler? sei não...

O Polara em sua versão SE, vermelho característico da Dodge, para a frente pensei no padrão atual da marca ao estilo Avenger, farois duplos lembram o 1800, mas o vidro na frente e o pisca ao lado remetem ao Polara 78. 1800 ? não obrigado, agora é 2400 !!

O Polara cresceu um pouco em relação ao original, eu diria um híbrido de Saab com Dodge Avenger, a clássica traseira caída, mas com uma lanterna mais alta para dar um ar mais moderno, resultando num aspecto mais cupé ao modelo duas portas.

Para o uso normal a versão quatro portas que o Brasil nunca teve.


HISTÓRIA DO 1800 / POLARA

O inglês Hilmann Avenger

Lançado no Brasil em 1973, o Dodge 1800 foi um carro compacto desenvolvido pela Chrysler, baseado no Inglês Hilmann Avenger, apresentou muitos problemas desde mecânica até acabamento. Tinha um motor quatro cilindros de 1800 cm3 e 78 hp nas versões Luxo e Gran Luxo, um ano depois a versão esportiva SE. Ensaiaram até uma versão perua mas não vingou por aqui.

Dodge 1800 e Polara 78

Em 1976 com muitas melhorias o 1800 se tornaria o Polara, era um carro bem melhor que o 1800. Dois anos depois, o Polara ganharia nova frente com faróis quadrados e nova traseira. Em 1980 chega a versão GLS, e no ano seguinte, com a VW no controle da Chrysler do Brasil sua produção foi encerrada.


Dodge 1500 e VW 1500
Na Argentina - Ele também foi produzido na Argentina a partir de 1971, como Dodge 1500 (motor 1500 cm3), sendo remodelado em 1978, na Argentina o Dodge possuia versões 2 e 4 portas e a Rural (SW). Em 1980 com a VW no controle o Dodge 1500 passou a ser vendido como VW 1500 que durou até 1990.

19 comments:

Nanael Soubaim said...

Embora eu não goste de agressividade e deplore essa moda de que tudo tem que ser agressivo, o Polaria é um carro de respeito. Gostei da releitura. Poderia ser uma opção para a nova linha da combalida Chrysler.

Nanael Soubaim said...

Desculpem, é "Polarinha".

Anonymous said...

O propósito é mesmo mostrar como ficaria o Polara se fosse feito hoje. E acho que ficou interessante.
Se um carro assim fosse feito em série, teria de ter uns ajustes para perder a cara excessivamente retrô, mas seriam fáceis de serem feitos.
A curvatura da traseira dá para ser mantida, mas trocando a tampa traseira por uma em estilo "Bangle butt". Imagine-se aí o Opel Insignia.

Outro detalhe a ser pensado é que em um carro de tração traseira moderno como seria esse Polara, o eixo dianteiro teria de ir uns centímetros para frente. Tudo bem que no Polara original o motor era quase todo à frente do eixo, mas nos carros de tração traseira mais modernos, o balanço dianteiro é mínimo, para melhorar o espaço interno dianteiro e o equilíbrio dinâmico.
Outras mudanças seriam mínimas, como as lanternas que fatalmente teriam de se adaptar à tal traseira Bangle.

Em todo caso, é interessante saber que de fato a Chrysler considera fazer um carro de porte médio (no sentido americano do termo) para suceder o Sebring, cuja geração atual é um fracasso. E esse carro poderá ter tração traseira, reproduzindo em uma faixa inferior os bons resultados de Chrysler 300C e Dodge Charger no segmento dos grandes.

Fernando said...

Qual o telefone da Iacoca?
Existe outro vice-presidente da Ford interessado em reviver a Chrysler como o Iacoca fez na década de 80?
Sei não, hoje as coisas são bem diferentes!

PS: O carro ficou lindo!

Anonymous said...

Du,

Já que nos brindaste com o Polara, nas versões 2 e 4 portas!! Poderias bem que fazer a Perua também, não é?

Sds.,

J.I.Hosang

Du said...

Claro, se a Chrysler o relançasse não teria essa traseira, a traseira mais caída foi só para dar um toque de nostalgia do Dodginho mesmo.
Pois é, tinha feito um perua, não gostei, tão logo consiga um resultado melhor, postarei aqui.

Anonymous said...

por que nao faz um fiat oggi

Nanael Soubaim said...

Sem bronca, fiotes, o Polarinha ficou bonito, apesar da dianteira. Se fosse relançado, acredito que teria sim a traseira caída, para dar um toque vintage.
Eu é que já estou um velho ranzinza, dêem um desconto.

Du said...

Tranquilo Nanael, tu és gente fina.

PAULO said...

cara isso que gosto no teu blog. derrepente do nada vc nos surpreende com uma releitura que ninguém sequer tinha pedido a vc e surpreende a todos. e claro quase sempre ficam boas. só achei que a dianteira poderia ter um pouquinho mais de personalidade já que esse era o ponto fraco do polara q n real eu nunca gostei dele :p

mas que ficou bonito ficou

parabens

Du said...

Se contar antes o que postar perde o charme da coisa, o legal é a surpresa... hehe

persio said...

Simplesmente lindo. Até agora, o melhor projeto de todos. Parabens!

Sergio said...

Seguinte: tive 3 Polaras: 76, 79 e 81.
Sempre gostei mais do 76, pois a frente com quatro faróis se impunha, era "arrogante".
Gostei mais da versão de 4 portas.
Parabéns

Auto Peças SA said...

Simplesmente ótimo, eu nao acompanhei a evolução deste veiculo na decada de 70 e começo de 80 mas sou um adorador desse 1800. Seria muito bom se a Chrysler e todas as outras montadoras recriansem modelos ja extintos, mas q de preferencia contratassem o Edu p desenha-los

Anonymous said...

Sugestão ao dono do blog para próxima arte: imaginar como ficaria uma hipotética Saveiro do modelo novo com cabine dupla.
Dá para imaginá-la em versão de duas portas, mas também dá para imaginá-la com quatro portas, usando as portas dianteiras dos modelos de quatro portas, mas portas traseiras específicas.

O mais interessante de tudo é que teríamos de cara uma projeção de como ficaria uma versão hipotética de um modelo que acaba de ser apresentado.

El Misionero said...

Ficou do carpaccio!!!! Poder-se-ia manter a tração traseira, e, em homenagem aos modelos maiores, colocar um V8 pequeno, 2.4, 2.8, ou 3.2 32v. Ou um V8 2.0 32v biturbo.

Rellik said...

Eu concordo com o El Misionero. Que se danem os malditos econazistas.

Anonymous said...

Dú, gostei demais do Polara! Se fosse real, compraria um!!! Gostaria de ver também como seriam os modernos Chrysler Esplanada e GTX, Jeep Willys e as pick-ups Chevrolet C-10 e C-14. Um abraço!

Gatao said...

Parabéns
o 4 portas nota 10!
pronto pra produção