25.8.10

Análise de estilo: Tiida Sedan

Ele é um nippo-mexicano que passa a ser vendido no Brasil...

O Nissan Tiida (que quase chegou a ser vendido aqui há 2 anos atrás como Dodge Trazo) não tem o mesmo carisma do seu irmão maior, o Sentra, mas tem um desenho atual,  a frente com seus grandes faróis pontiagudos que vistos de lado parecem um projétil dão um ar moderno, o capô vai estreitando do parabrisa para frente,  um forte vinco que dá uma volta em torno do capô deixa o carro com uma aparência mais robusta, conceito semelhante ao do Agile, que faz o carro parecer maior do que é e consequentemente algumas pessoas ficam em dúvida quanto ao seu segmento.

O Tiida sedan sofre do mesmo problema dos sedans derivados dos Hatches enquanto a frente é moderna a traseira é um pouco convencional (vide o 307 sedan). A coluna C não é muito inclinada, talvez o fabricante tenha optado por um espaço melhor para a cabeça dos ocupantes, mesmo assim merecia uma janela para dar uma "graça" a mais na traseira. A lanterna tem um desenho simples e a tampa do porta malas lembra o polêmico recorte que Chris Bangle fez nos BMWs.

Conclusão: É um sedan honesto e atual mas sem chamar atenção, se é que os outros sedans da mesma faixa de preço disponíveis no Brasil também não são aqueeela sensação. Possui a mesma mecânica 1.8 16v. da minivan Livina e parece ter um bom custo-benefício, é até mais barato que o hatch, o único ponto negativo é ter uma frente moderna contrastando um pouco com uma traseira mais convencional.

Pitaco Digital: Meu pitaco é uma sugestão para reestilização, sem mexer muito na estrutura, no máximo o recorte dos paralamas, e dar um aspecto mais agressivo inserindo elementos de seus irmãos mais ricos.


O faról de projétil daria lugar a um estilo ponta de flecha, como é usado no Máxima e no 370Z, aliado a uma nova grade deixaria a frente mais chanfrada.
 A lanterna agora é ascendente do centro pra fora e faz uma pequena curva, que dá uma expressão  mais dinâmica na traseira,  o vinco que sugere um aerofólio é mais protuberante. Na coluna C como se trata de um face lift e para não mudar muito a estrutura  inseri uma peça plástica para simular uma inclinação maior na coluna, artifício muito utilizado para projetos com orçamentos limitados. Caso fosse necessária a inclusão de uma janela seria como a imagem ao lado, mas isso deveria ter acontecido durante o desenvolvimento do carro, sem chances de acontecer num face-lift.


6 comments:

Nanael Soubaim said...

Não gostei do Pandeiro, digo, Sandero e não gostei do Tiida. Não só pela (in)visibilidade traseira. O Sedã é um pouco melhorzinho, mas me faz lembrar um primo corinthiano, honesto até cair de costas, mas feio na mesma proporção.

O pitaco atenuou a feiura, especialmente na traseira, cuja original parece ser de um Suzuki dos anos noventa que a directoria rejeitou. Só aumentaria um pouco a luz de seta dianteira, fazendo acompanhar a curva, não gosto de lanterna-fantasia, me dá gastura ver o desperdício de plástico que se pratica.

Leonardo Andrade said...

Du, como sempre gostei mais do seu pitaco doque o Tiida atual, kkkk. Parabéns!! Faz uma análise de estilo na Nova SpaceFox. Vlw

Du said...

Nanael, realmente ficou uma área muito vazia, ja atualizei as luzes de seta.

Leo, obrigado pela dica, qto a SpaceFox, é que o legal é poder junto com a analise dar um pitaco, até pensei na Space só achei que ela não tem muito o que modificar, o próximo será o Malibu.

Victor Braga e Bravo said...

Achei muito bonita a nova grade que colocou. A janela perto da coluna C dá outro visual ao carro (acho que um toque de carro de segmento superior). Corrija-me se estiver dizendo besteira... rs

Danilo Rizzo said...

Du,

gostei de sua alteração na traseira, mas acho a dianteiro do Tiida equilibrada, sorry. A respeito do carro, tinha interesse em compra-lo mas na loja da Nissan em Alphaville/SP, fui incentivado a aproveitar uma promoção e acabei comprando um Tiida hatch SL bastante completo. Três diferenciais que me fizeram comprar o carro foram a direção assistida eletronicamente, o cambio manual de 6 marchas e os bancos traseiros reclinam quase como os dianteiros... muito funcional para viagens longas. O Tiida sedã não tem essa regulavem dos bancos traseiros, mas ainda assim é muito bom. Eu recomendo.

PAULO RICARDO DE CARVALHO SARACELLI said...

ha simmm a dianteira ficou bem melhor mesmo, o tiida é sem sal demais, não desce esse design de carro popular tentando ser médio nem pelo cacete rs.

mas a traseira... realmente, acho que não dá pra melhorar muita coisa mesmo, o carro é ruim até pra modificações.

o problema do tiida q ele têm cara de carro popular.