21.6.09

Opala parte 2: Frente Comodoro

Este talvez seja um dos primeiros facelifts de releituras, rs, foi inspirado na geração mais conhecida do Opala de 1975 a 79.

Na traseira seguem as famosas lanternas redondas, a única diferença é que deixei a lanterna de dentro um pouco menor que a de fora.



O farol ganhou um formato ortogonal, mas mantém a lanterna do pisca cortada ao meio.



Também tive a chance de criar uma versão inédita, o top de linha Comodoro Super, com o entre-eixos levemente alongado como faz a BMW no Série 7 e o exclusivo teto branco, que não inclui no Comodoro normal, além de muito luxo e muitos cromados.

Nos próximos dias postarei a Caravan e o cupe.

História do Opala - Parte 1 e 2




Parte 1: O Opala foi apresentado em 1968-69,como o primeiro automóvel brasileiro da Chevrolet, era um carro de luxo com base no Opel Rekord alemão, com detalhes inspirados no Chevrolet Nova americano. Apresentava motores de 4 cilindros de 2500 cm3 e seis cilindros de 3800 cm3. Em 1970 veio o modelo esportivo SS, o motor passava a ter 4100 cc, e possuia 4 portas. Em 1972 seria a presentada a versão cupe 2 portas. Em 1973 o Opala recebe câmbio automático e novos detalhes na dianteira.


Comodoro
Parte 2: Em 1975 uma nova frente com os piscas cortados ao meio, e as lanternas traseiras eram 2 circulos, surgia também a perua Caravan e um modelo mais luxuoso, o Comodoro, que possuia direção hidráulica, teto de vinil, apliques de madeira no painel, a versao SS recebeu bancos individuais. Em 1976 Surgia um modelo bem mais esportivo, o 250S de 171 cv. Em 1978 além da esportiva Caravan SS, a linha Opala recebeu nova grade e calotas. e em 1979 um novo sistema de carburação de corpo duplo.

29 comments:

johan said...

oi du. EU GOSTARIA que vc falace do meu blog que é http://www.tuningedesing.blogspot.com/
EU adimiro muito seu blog que é otimo e seu opala perfeito.Mesmo Defia sair na tv.

Nanael Soubaim said...

A cara de tiozão em plena forma me agradou deveras.

fmbnd said...

muito bom! Essa traseira ficou melhor q a outra

Marcelo said...

Ficou 10! faz um vídeo e depois coloca no youtube os carrinhos andando.

Mastermix said...

Olá, vc poderia fazer uma nova versão tb da "Caravan Comodoro", meu Pai tinha uma ano 1979 marrom muito linda, tenho muitas saudades dela, uma pena ele teve que vender por situações financeiras.
Parabéns pelos trabalhos são shows!!
abraço

Diego said...

E eu pensando que não haveria um trabalho melhor que o Opala da "1ª geração".
Gostei muito da traseira. Viajei um pouco, mas ficou um meio termo entre Chevrolet Malibu e Nissan Skyline GTR R-34. Hehehehe.
Muito bom mesmo, tô ansioso pela Caravan SS.
Abração

Anonymous said...

Parabéns,esse blog é show..
seu trabalho é mto bom..
o ideal seria tirar o vectra e colocar esse opala ai no lugar dele.. mto show parabéns!!
gostaria de ver aqui no seu blog,releitura de Ladas,Lada Laika,Lada Samara e Lada Niva!!
foram carro que infelizmente não pegaram aqui no Brasil! mas eram mto bons!!

PAULO said...

PUTZ, Q EXCULACHO MALUCO, O OPALERA TÁ DEVERAS BONITO. ACHO Q NINGUÉM FARIA MELHOR VIU?

cRiPpLe_rOoStEr a.k.a. Kamikaze said...

qdo fizer as caravans faz tb uma 4 portas e uma ambulância...

cRiPpLe_rOoStEr a.k.a. Kamikaze said...
This comment has been removed by the author.
Gustavo Batista said...

Lindíssimo trabalho. O Opala ganhou mais requinte que tm e ficou super elegante. Só falta saber uma coisa: Quando é que poderei comprar ele???
=D

Vilister BArtik said...

Caraca!!! Lindo mesmo! Parabéns!Só falta a versão Cupé e SW.

Leandro said...

Parabéns!!! Esse carro ficou lindo, bem que a GMB poderia fazer um igual, acho que pelo tamanho e as possiveis motorizações (penso no 2.4 Ecotec e o V6 da Captiva) e preço poderia competir com o Ford Fusion e o Honda Accord. Mais uma vez Parabéns!!!

ps: como ficaria o painel na sua concepção

abs.

RAA said...

mais uma vez, parabéns pelo trabalho.
fantástico.

Anonymous said...

Adorei os opala,mas ficou devendo esse com frente de chevelle!!!!!!
pra mim o opala mais lindo(depois vem o comodoro/diplomata 88-92)

Renato said...

FAz logo o coupê... E pede pra GMB fabricar... COm o v6 da captiva!!! hehehehehe
Parabéns!

Marcelo said...

O Opala anterior ficou bom...
... mas eu gostei mais desse!

Parabens!

RobsonB said...

Simplesmente espetacular... se assemelha a um ou outro modelo atual, mas mantem todos os traços do Opala original, um dos mais belos trabalhos que já realizaste na minha visão... quem dera a GMB ter esse apuro e criar algo nesse nível.

Anonymous said...

Olha, sinceramente eu não fui fã da versão porém com muito mas muito apreço mesmo eu te elogio pela versão do COMODORO SUPER.

Du, ficou muito show a versão cara, muito show mesmo, simplesmente seria o meu carro dos sonhos em caso de nova fabricação.

Te parabenizo porém ainda espero a versão diplomata baseada na última série.

Parabéns pelo lindo modelo Comodoro Super.

Abs

Vinícius Cuozzo Prates
São Luiz Gonzaga - RS

Anonymous said...

A exemplo de outros aqui, gostei mais desta reinterpretação do que da anterior. Fica com uma cara mais parecida com a de modelos como os atuais Mustang e Camaro, que têm um grau de retrô, ma non troppo. Achei interessante a ideia de um Comodoro Super, pois leva em conta uma mania tipicamente chinesa: a de carros alongados (vide Santana 3000, Audi A4L e A6L, C4 Pallas, etc).
Uma observação que pode ser adicionada à próxima projeção do Opala, já com uma frente mais à moda dos modelos recentes e que notei ao ver as molduras cromadas do Super: o recorte de portas do Opala sedã original deixa exposta a coluna B, como ocorreria em um Monza, Omega nacional ou C4. Claro que em um contexto atual, há um borrachão considerável quando é adotada essa solução, bem diferente da borracha delgada que todo carro de linha Opala e portas com moldura sempre teve.

A quem disse que ficou devendo o Opala com frente à Chevelle, é preciso lembrar que os modelos entre 1975 e 1979 têm a frente abertamente inspirada na do Chevelle 1971, que também tinha luzes de piscas repartidas por um filete na cor da carroceria. Portanto, nada que fuja do contexto original. Nos Opalas entre 1969 e 1974, as lanternas traseiras são inspiradas nas do Chevelle.
Já que em breve o Du Oliveira fará a Caravan e o cupê, ele poderia pôr em algum deles rodas de ferro que fossem releitura dos "gomos de mexerica" que equiparam a linha Opala até o fim de produção (elas ainda eram usadas no SL 92). Como disse em ocasião anterior, aquelas eram rodas de ferro muito bonitas e que preferencialmente tinham de estar pintadas de prata e sem qualquer supercalota, tanto era o bom gosto no desenho. Já dei de sugestão para guia a roda do Camaro básico do modelo novo. O aro poderia ser 15 ou 16, até para lembrar a tônica normal de pneus de ombros altos do Opala original (sempre foram rodas de aro 14 com pneus diagonais com altura de ombro equivalente à dos 195/70 que depois passaram a ser de série. Aro 15 só houve nos Diplomatas 91 e 92, com pneus 195/65).

E para o Opala com a frente mais atual, sugiro mais uma vez que o dono do blog tome o rumo adotado pela Nissan nos 350Z e 370Z: linhas que remetem explicitamente às dos modelos originais, mas que nada têm de retrô.

Demetrius Brasil said...

Sou fã incondicional do Opala e a projeção foi felicíssima. Parabéns

Fernando Orbite said...

Meu Deus... Que coisa linda...

Fabehr said...

Quero 1 Comodoro preto, please.
:)
Parabéns pelo trabalho, ficou 1 tesão!!!

Italo Germano said...

Meus parabéns!!!
Cara, você é muito bom!
Eu aprendi a dirigir em um Diplomata cupê.
Você não faz ideia da satisfação que eu tive em ver os seus desenhos.
Um grande abraço e continue criando.

Ítalo Germano

P.S.: É minha impressão ou você usou o Camaro como fonte inspiradora?

fcm said...

Gostei da versão 2.0 das Powertech hein... hehehe

Parabéns amigo, você faz trabalhos excepcionais.

El Misionero said...

Não se contente em viajar na maionese. Chute logo o balde, cara!!!! Northstar V8 é legal, mas pense em algo mais DIFERENTE. O Ecotec 4.1 24V (seis cilindros em linha) tem mais a ver com a tradição do Opala. Outras opções - bem no estilo "Chutando o balde" - seriam os motores Ecotec V16 6.4 ou 7.2 64V. Ou Ecotec V16 4.0 ou 4.8 64v QUADRITURBO!!!!

Rellik said...

El Misionero, eu concordo com você. CARRÃO TEM QUE TER MOTORZÃO. Quem gosta de motorzinho é dentista. Carrão tem que ter bastante espaço, para encher de GATONAS, e um motorzão que agüente a parada. O Ecotec 4.1 24v é uma boa pedida. Outra seria um Ecotec 4.3 V6 24v. Os V16 seriam fenomenais. Quem compra carrão não tá nem aí pra consumo de combustível. Quem não quiser ir à falência que ponha kit-gás no carro.

Anonymous said...

as releituras dos opalas que você fez são muito boas. Gostaria de te fazer um desafio de fazer um opala pick`up, se precisar de uma base olhe o protótipo de 1973 no site http://www.carroantigo.com/portugues/indice_ccal.htm,particulamente eu gostei muito mas gostaria de ver uma atualização deste protótipo.

Du said...

Ja fiz, veja na postagem da Caravan