25.4.10

Análise de estilo: Uno

Nessas semanas tivemos muitos lançamentos quase simultâneos, e pra não perder o trem esta postagem é sobre o novo Uno antes que o assunto fique saturado...
Quando todo mundo achava que o Uno estava acabado, eis a novíssima geração, e não é um simples face-lift  é um carro totalmente novo desenvolvido no Brasil, para agradar especialmente ao público brasileiro e mercosul, com direito a uma nova plataforma que talvez dará origem ao novo Palio 2011.
A nova tendência é a extinção da grade superior, a função de resfriamento do motor fica a cargo da grade inferior, na parte superior ficam apenas 3 retângulos (falsa grade) ficando apenas em um lado fazendo referência ao novo logotipo do carro, aliás o carro todo e vários detalhes tem esse formato "Rounded Corner", lembra o formato botinha já consagrado pelo Uno mas com cantos arredondados, pelo desenho o para-brisa poderia até ficar mais avançado tornando o carro quase um monovolume, mas acredito que o brasileiro ainda não aceite completamente esse formato, nesse caso a Fiat agiu certo. O farol tem um retângulo menor "brotando" na parte de fora, talvez para fugir do óbvio. 
Na lateral o formato retangular permanece nos vidros, até o recorte da caixa de roda é levemente quadrado e um interessante vinco entre as portas que transmite robustez e na versão way é todo coberto por um plástico, aliás a versão Way apesar de ter ficado interessante os apliques plásticos achei que faltou uma proteção embaixo das portas para evitar riscos a lataria, se é que pouca gente vai colocar um Uno Way na terra.
Na traseira também só se vê retângulos, as lanternas engenhosamente colocadas acima para dar continuidade a janela traseira, na tampa abaixo achei que poderiam arriscar um vinco retangular também.

Não comento muito sobre painéis, mas gostei muito desse, não vi ao vivo  (não sou considerado imprensa, então não me convidam para apresentações, dos modelos, fazer o que? tenho que me virar com fotos mesmo, rs) mas pelas fotos passa-se a impressão de que é acima da média dos populares e alguns premium, as linhas circulares contrastam com o desenho de fora, dá pra perceber que algumas peças como as saídas de ar são emprestadas do dobló, mas nada que comprometa o conjunto, destaque para o belíssimo volante.

Conclusão - Um compacto todo novo, projetado no Brasil e para agradar especialmente ao brasileiro não é sempre que acontece, o carro tem soluções interessantes, com potencial para atingir a liderança nas vendas e tem um estilo simpático, quase que saído de um desenho animado, uns vão torcer o nariz e outros vão idolatrar mas que pode finalmente dar um alicerce a tendência de estilo exclusivamente brasileira.

Pitaco Digital - Não tem o que refazer, apenas por curiosidade fiz outros tipos de grades para quem não gostou da grade assimétrica.
Na traseira só achei que faltou um friso na tampa, inclui um vinco assim como é na lateral.
Para fazer projeções de versões é assunto para postagens futuras.

30 comments:

cRiPpLe_rOoStEr a.k.a. Kamikaze said...

a única coisa que eu não gostei foi esse vinco nas portas...

Leonardo Andrade said...

Gostei do seu ''Pitaco Digital'', o painel do Novo Uno lembra muito uma minivan como o Dobló. Show de bola! A Fiat caprichou.

Nanael Soubaim said...

Eu gostei. Apesar de esquisitinho, ele é simpático. Tem sobre o VW Feiox a vantagem de não decepar dedos, ainda, e o aparente espaço interno para 4¹/2, em vez de 3³/4 do outro. A polêmica que a falta da grade provocará pode ser resolvida com um simples aplique imitando uma grade, nada que custe caro nem cause perda da garantia. O desenho tem ainda uma vantagem (além de a frente agredir menos em caso de atropelamento), é mais fácil desenhar uma perua, talvez uma New Elba em um futuro próximo. Os vincos nas portas não são só para enfeiar, eles aumentam a rigidez das chapas, que hoje em dia confiam demais nos tratamentos anti-corrosão e são muito finas. Enfim, é um carrinho realmente novo, inspirado no Panda, fácil de customizar e fácil de transformar, podem acreditar que será ele o carro eléctrico da Fiat no Brasil.

Mandriow said...

gostei desse uno desde quando era segredo; aos que torcem o nariz, que façam melhor...

FBM Motos said...

Me lembra muito o Kangoo

Marcelo Lelé said...

Eu não entendi esse vinco lateral, ficou estranho, o carro em sí esta de parabens, sou entusiasta do fiat Uno (pelo menos numa determinada fase da minha vida), o resultado ficou legal. Mas o vinco ficou estranho pacas. Aproveito pra divulgar meu mais novo blog http://blogdoleleh.blogspot.com

valew

Jorge Afonso said...

Não sei quanto a vocês, mas, o Uno agora está com estilo "mini-jipe" - assim como o Kia Soul - e a versão Way ficou com esse aspecto reforçado pelos plásticos.
Já que é assim, poderiam ter colocado um pacote opcional com estribos e quebra-mato. E vir de série com o estepe para fora - a lá fox (como no antigo), não acham?

Du said...

O Friso lateral é para dar um toque diferente ao carro, é estranho mas eu achei diferente, mas concordo que deixou o carro mais bruto.

Quebra mato acho que agora é proibido já que o projeto da frente é para amenizar um atropelamento, sobre estribos, acho que nessa versão Way é mais light, mas quem não garante que venha um Locker por aí? se é que eu prefiria a tração 4x4 do panda...

Roger_Coyote said...

e eu axava q o antigo uno era feio..... nunca duvide da capacidade da fiat, só salva o stilo

Leonardo Laipelt said...

Pra mim ele não precisa de nenhuma mudança,a Fiat está de parabens o carro ficou ótimo...... to louco pra ver de perto ele.. hehe


só por curiosidade, os três furinhos é tipo uma coisa simbolica, ja que ele foi inspirado no Panda, e na 1 geraçaõ dele tinha os três furinhos... acho que eles quiseram deixar uma "marca registrada" do novo Uno.

abraço

Thiago said...

achei bonito e talz... mas n compraria

Sergius said...

Acho que tem muito chão para chegar no design do Kia Soul.
No entanto, tem estilo.
Parabéns, Du, por tirar os três buraquinhos, mas a frente ainda teria que ter outra grade e os paralamas, obrigatoriamente tem que ser refeitos.
Em compensação, a traseira está irrepreensível.

O SEGREDO DOS CÃES said...

gostei demais do ''new'' uno, já venho acompanhando flagras dele a meses louco pelo lançamento, mas infelizmente pra mim não dá, preciso de carro com mala grande e não é o caso dele um hatch, ha mas se sair uma versão elba com certeza vou adquirir um desses e aposentar de vez meu classic.

Claudio said...

Amigos,
Não sei voces, mas eu vejo um Fiat Panda reestilizado. Um trabalho legal, mas um Panda.

Nanael Soubaim said...

A versão Way focará literalmente um usro panda se vier na cor branca com plásticos pretos.

Meiguice said...

O carrinho ficou muito bom! E por ser projeto nosso (brasileiro), ganha um ponto a mais. Gostei do pitaco na grade dianteira que vc deu, ficou com um certo ar do Fiat 500. Na traseira, prefiro a original mesmo, sem o vinco retangular. O interior, pelo que vi em fotos, é show para um carro desse preço e porte. Quanto a vc não ser convidado aos eventos, acho que é apenas questão de comunicação. Se vc mandar um e-mail com seus dados, dos dados de tráfego do seu blog, para todas as montadoras, importadoras, etc, acredito que lhe convidem sim. Outra coisa: pode aproveitar que caiu a axigência de diploma de jornalista, e ir numa delegacia regional do trabalho com sua carteira de trabalho e solicitar o registro como jornalista no Mte. Isso talvez facilitasse suas andanças pelos eventos. Não sei exatamente se ainda dá para fazer isso, mas minha irmã fez durante a liminar que rolava na justiça e conseguiu (depois o STF acabou por decidir pelo não diploma mesmo e a liminar perdeu sua necessidade, pois alegava justamente isso, a não necessidade). Abs!

Du said...

Obrigado Meiguice, vou seguir a sua dica, pois as vezes fotos enganam a gente, e quando vai ver ao vivo é algo completamente diferente.

Sergius said...

Mais um pitaco...
Du, amplie aquele friso da traseira para toda a parte plana da tampa da mala e conserve os mesmos ângulos do carro nos seus vértices.
Gostaria de ver como ficaria.

andre said...

Esse "novo Uno" nada mais é que o Fiat Panda. Vejam: http://images.google.com.br/images?q=fiat%20panda&um=1&ie=UTF-8&source=og&sa=N&hl=pt-BR&tab=wi

sszanon said...

A frente que vc fez ficou boa mas a original tem seu charme com os tres quadradinhos.
Du, tirando o episódio chato da VW, já teve alguém de alguma montadora elogiando seu trabalho?
Na boa, essa traseira que vc fez para o Uno com o vinco na tampa, que diferença para o original...

Silvestre

João Carlos Bevilacqua said...

Muito mais bonito que o Kia Soul , este sim parecido com uma Bred Van, lembram-se daqueles padeiros de anos atrás que entregavam pão a domicilio? O Uno tem carisma, alma, não dá para comparar com aquela aberração.

luiz said...

Eu adotaria uma leve descida do teto na parte traseira (ou uma simulação usando a linha das janelas) e adotaria um perfil mais limpo. Se for para marcar um retângulo grande nas portas, seri bom se usasse frisos largos também. Usaria também uma linha de cintura mais marcada como no punto e Linea e não tão arrendondada pra perder esse aspecto frágil de carro chinês, além de pára-lamas mais suaves para deixar o carro mais sólido.

Paulo Freire said...

Vc só estragou o carro, a grade assimétrica é um detalhe ESTÉTICO, como designer deveria ter se tocado disso, até mesmo pq os mesmos 3 retângulo estão rodeando as 3 letras do nome "Uno". Na traseira tb fica melhor a original.

Du said...

Voce é sempre educado assim em seus comentários ?

Linus said...

È, o carinha deve ser bem fanatico pelo uno pra não deixar mudar nem a grade, eu as vezes faco umas pequenas critica mas sou um comentarista bem educado nao acha Du?
hahahahahha!

eu baniria comentarios desse tipo.

rio minas said...

A Fiat sempre esteve à frente do tempo nos seus lançamentos, 147, Uno, Tempra, Palio, etc, quando lançados faziam a concorrência trabalhar bastante e depois de 3 ou 4 anos apareciam veículos semelhantes, porem depois de Gol G5 e Agile, acho que a Fiat relaxou com sua atual liderança e lança este negocio que mais parece um objeto de decoração doméstica, definitivamente não honra sua história e a exemplo do Corsa Classic, vai ficar difícil tirar o Mille de linha, sem representar avanço estilístico, mais parece um Renaut Clio Nacional, perdeu todas as vantagens do Mille, como baixo peso, porta malas desempedido e praticidade, vai vender bem porque Brasileiro tem pouca opção, principalmente nos compactos, pois a Fábricas fazem veículos com defeitos de projeto de propósito para empurrar os Consumidores para os veículos dos segmentos mais altos, ex: Celta com volante torto e bancos que não se encaixam em ninguem, Ka só com duas portas, etc. para não ir longe é só ver as duas projeções do Edu sobre o Uno, ficaram anos luz melhores que o resultado dos Iluminados da Fiat.
sds

Djonata said...

O painel parece com o do Fiat 500...
claro que em um material inferior, mas lembra.

Lucas BiLL said...

Realmente eu tenho de concordar com você no quisito de que vão ter umas pessoas que vão torcer o nariz, vão odiar, enquanto outras vão adorar e idolatrar... Creio que o UNO saiu um pouco da idéia original da primeira versão que era para famílias pequenas e de baixo rendimento salarial, Agora o uno é para uma pessoa individualista de classe média. Porém tenho de parabenizar a FIAt Brasil pelo grande Design deste novissimo Uno, é raro ver desenhos feitos no Brasil, e ainda mais um tão bonito e diferente quanto esse!
A fiat itália poderia até mesmo vender ele lá na europa que ele faria sucesso! Mesmo ele não possuindo a identidade de design da empresa. e mais uma vez: parabéns Fiat brasil!

Adriano said...

Acompanho seu trabalho a tempos, porém havia perdido qualquer contato com seus projetos.
Desde que vi o lançamento do uno lembrei-me de você: O que teria feito para se aproximar das linhas do antigo uno.
Fica a sugestão.
Forte abraço!

Adriano said...

PS. Revirando o blog encontrei a releitura do uno, que ficou muito mais uno do que o novo uno! rs.