10.4.10

Análise de Estilo: Classic 2011

Finalmente ele mudou, um dos sedans mais vendidos do país sofreu um face-lift, vale uma analisada e alguns pitacos...

É dificil mudar uma frente tão marcante quanto a do Corsa que surgiu em 1994 (o sedan veio em 97) e em  2000 ele sofreu uma mudança apenas no para-choque dianteiro, para 2002 uma nova geração que subiu de categoria, deixando o modelo antigo independente com a alteração do nome para Classic e apenas na configuração sedan, e este só agora  (13 anos após o primeiro sedan) passou por uma reestilização mais radical.  A frente é simpática e elegante, lembrando um pouco o estilo do Corsa 2002, o projeto vem da versão chinesa, o Sail, mais discreto que a remodelada versão mexicana, a lateral parece ser a mesma apenas com as maçanetas pintadas na cor do carro.

Talvez a parte mais comentada na traseira seja a lanterna que muitos dizem se parecerem  com as lanternas da primeira geração do Corolla, talvez seja a configuração das lentes brancas, mas já é um luxo ter uma lanterna dividida para um carro de preço tão camarada. O para-choque traseiro é limpo mas achei que faltou alguma coisa nesta peça.

Se você achou a grade do Agile muito grande, você ainda não conheceu o Chevy mexicano (acima)


Conclusão - Achei ele elegante e discreto, sem ser estravagante, a lanterna que invade a tampa do porta-malas parece dar um ar mais requintado ao carro, ok, mas aí qual o problema? Comercialmente a GM tomou uma decisão acertada em modificar o Classic, vai continuar vendendo muito, pois já veio como um projeto pronto, é um carro honesto, bom, ainda barato e com ótimo custo benefício, ok, mas como estamos analisando sua estética vamos lá, achei que ele veio um pouco defasado, com uma identidade visual lembrando o padrão da marca do início dos anos 00,  era pra ter sido modificado aqui pelo menos há uns 5 anos atrás, a frente mexicana tem um padrão mais atual mas sua grade é um pouco exagerada. Mas e o que podemos fazer a respeito?

Pitaco Digital - Minha sugestão não seria tão viável, pois teria custos de projeto e aumentaria ainda mais o preço do carro, tornando o Prisma uma opção mais interessante, no qual acho que este já deveria ter sido seu substituto natural, mas é só uma opinião estética no que acho que ficaria mais interessante no carro em questão.
A grade poderia apresentar o mesmo padrão anguloso e atual do Cruze ou do Beat, mas um pouco menor sem causar exageros ao pequeno carro, os faróis poderiam seguir a mesma linha, dei uma afilada e uma levantada neles, a grade de baixo também recebeu um desenho mais "bravo".
Para a traseira não ficar com ares de Corolla as lanternas ganharam um desenho mais reto, como em alguns modelos atuais, as luzes de lanterna e de freio estão separadas, uma fica na lateral outra na tampa aparentando ser uma única parábola, o parachoque ganhou um degrau para dar uma "graça" a mais na traseira.
 Fica aí outra traseira alternativa, não sei se melhorou alguma coisa mas é uma opção. rs

20 comments:

Nanael Soubaim said...

Prefiro realmente a tua renderização por dois motivos: primeiro porque seria algo feito para nós e não um aproveitamento de algo que já saiu de linha, segundo porque não é sobra de uma ditadura; nem parece que o Brasil ajudou a GM a continuar existindo, depois que a bomba estourou. Tecnicamente, não ficou ruim, a reestilização, mas (fora a birra anti-ditadura) poderiam ter oferecido algo muito melhor, inclusive com melhorias aerodinâmicas que peças plásticas permitem fazer a baixos custos. Eu teria levado opara-choque traseiro até a linha das lanternas e o bi-partido.

Teo said...

Du ,vc poderia participar dá competição de desing do meu blog! Se vc se interessar é só entrar neste link:
http://ofuturodocarro.blogspot.com/2010/04/como-fazer-essa-caranga-ficar-bonita.html

E fazer o carro que está para ser modficado!!

Guilherme said...

Cara faz uma reedição da Traseira do New Civic,ela tá de vomitar..

Eric said...

A frente que tu fez ficou boa, mas a traseira ficou estranha

Anonymous said...

sinceramente? pela primeira vez nao gostei das suas projeções... Eu acho que a frente ficou OK, considerando o baixo custo desse modelo. Mas a traseira poderia ser como a do Chevy mexicano, lanternas simples, logo chevrolet ao centro, e placa no para-choques. menos defasada que essa lanterna horrorosa, invadindo o porta-malas nem sei porque!
abraços

Weslley said...

Eu achei que a lanterna traseira poderia parecer a do vectra mileniun brasileiro,e o parachoque taseiro com um protetor embaaixo tipo de vectra tb ,e um farol tipo do cruze??

skyline- said...

Sinceramente, sou mais a traseira do Chevy mexicano, casaria perfeitamente com a dianteira do modelo chinês e ficaria bastante elegante.

Giovane said...

O pitaco no Classic/Sail ficou boa, bem feita, porém, o visual da traseira, não agradou muito. Seria interessante montar uma nova peça na base do atual, quem sabe nos moldes da traseira do Cruze ou algo parecido com o Prisma (já que a frente do Sail é mto parecida).

Bom, sei que não se pode agradar a todos, mas aí fica a dica. Abraço

Du said...

A idéia era uma alternativa brasileira diferente do chines e do mexicano, só inspirei na lanterna do que estavam fazendo por aqui, como a do Agile, se não gostaram, ok, mas ninguém disse se melhorou em relação a lanterna oficial. Tenho outras traseiras alternativas, depois incluo mais algumas.

Ao comentar coloquem um nome ou apelido, please! Não é implicância com anônimos mas a impressão é que se discute ao vento. vlw!

rogerio said...

o negocio é o seguinte:as montadoras não tão nem ai pro brasil,ja viram 307,logan e astra?

Giovane dos Santos said...

Pq vc ñ colocou o para-choque da frente do velho classic nesse dai
ficaria bem melhor

Celio Vieira said...

Compreendi o sentido 'comercial' de sua sugestão, sua proposta foi manter a identidade visual da marca, porém como designer você deve ter a percepção que a atualização do Classic (ou Sail) casou muito bem com o restante da carroceria, linhas leves e arredondadas, sem cantos vivos que destoariam do conjunto (retrovisores fluidos, janela da coluna C arredondada, estamparia sem vincos).
Mas esta interessante sua proposta, bom trabalho.

Abs.

Du said...

Exatamente Celio, este novo classic está ok, foi muito boa a reestilização, apenas achei que a identidade visual ficou um pouco defasada em relação ao que a Chevrolet está fazendo agora, com linhas um pouco mais retas, claro, não casa muito com as linhas curvas do modelo, apenas quis simular se tivessem que fazer algo com o padrão atual imaginei assim.

cRiPpLe_rOoStEr a.k.a. Kamikaze said...

era melhor terem usado o desenho da versão mexicana, a grade pode até ser exagerada mas não é tão bizarra quanto a traseira do modelo chinês... fora isso, a traseira mexicana é mais bonita e ainda aumentou em cerca de 30 litros a capacidade do bagageiro...

Linus said...

Pessoalmente imagino outra traseira, mas se for ver a lanterna corolla desse classic a lanterna do pitaco digital ficou melhor mesmo.

Jorge Afonso said...

Olha, não querendo criticar ou algo assim... Longe disso.
Entretanto, sua proposta apresentada de facelift frontal lembra uma versão peso-pena do Civic 2005. O que poderia acarretar problemas à GM.
Já a lanterna traseira, se não fosse bipartida, diria que você a pegou do Ford Fusion e adicionou o padrão visual parabólico do Mondeo para o primeiro estilo, e depois enxertou com o farolete do New Civic para o segundo mock-up...
Mesmo assim, ficou ótimo.

Lucas said...

Tua projeção a frente lembra monza

Heliofig said...

Du, suas projeções estão 10!

Apesar de não manter as traseiras típicas da GM vc criou um estilo bonito para um tema tão batido, que é a traseira de um sedan (ainda por cima, pequeno).

Muito boas as projeções.

ZERO II said...

Chevy Mexicano... Ughnn... Acho que eu vou vomitar...!

Rodrigo Mendes said...

Bom, eu adorei tanto a frente quanto a primeira traseira. A segunda ficou parecendo carro mais antigo, aqueles asiáticos bem quadradões e tal. Isso a traseira.

A sua frente ficou mais atual, seguindo uma lógica mais moderna. A primeira traseira ficou muito bonita, bate bem com um modelo de baixo custo que não pode incomodar o Corsa Sedan.

Ficou muito bonito. O que mata nesse carro é que os parachoques parecem menores do que deveriam. Fica sempre um visual meio estranho.